Buscar

Seguidores

Visitas



Contração de Treinamento - Você sabe o que é?!

Na minha primeira gravidez tive contrações de treinamento a partir da 30ª semana, porém não eram incômodas, sentia minha barriga dura de vez em quando e só.

Já nessa gravidez comecei a sentir essas contrações há uns 2 meses, só que dessa vez, as contrações são chatas de sentir, me dá um mal estar junto, a barriga pesa muito e fica toda torta. Conversei com a minha obstetra e ela me receitou um remédio para que diminuíssem por causa do incômodo que me dá. O remédio até ajudou um pouco, mas vira e mexe ainda tenho. Mas afinal, o que são essas tais contrações?? Vou colocar aqui uma matéria sobre o assunto, eu poderia resumir, mas acho que colocando a matéria inteira ficará mais completo:

O que são as tais contrações falsas, de treinamento ou de Braxton-Hicks?
Você pode notar que de vez em quando os músculos do seu útero deixam sua barriga dura, por de 30 a 60 segundos. Nem todas as mulheres sentem essas contrações, que surgem aleatoriamente e costumam ser indolores. Quando são sentidas, elas aparecem lá pela metade da gravidez, às vezes até antes. 
A maioria das grávidas de primeira viagem faz essa pergunta, e a resposta mais adequada, a que recebem dos médicos e de quem já passou por isso, chega a dar raiva: "Você vai saber quando for trabalho de parto de verdade". Mas eles estão certos. Veja as diferenças: 

À medida que sua gravidez avança, esse tipo de contração pode ficar mais intensa, e é possível que doa. Quando elas começarem a ficar mais fortes e frequentes, você pode até achar que o trabalho de parto começou para valer, mas o tempo passa e elas continuam irregulares em termos de intensidade, frequência e duração -- e podem até desaparecer completamente, levando você à loucura. São os chamados alarmes falsos. Se você sentir que suas contrações estão diminuindo ou se espaçando, provavelmente elas não passaram de contrações de Braxton-Hicks (ou falso trabalho de parto). Uma sugestão é usar as contrações de treinamento para praticar técnicas de respiração que vão ajudá-la no parto vaginal.

Muitas mulheres acabam notando que as contrações vêm com mais frequência quando elas fazem alguma atividade física, mesmo que seja tirar as compras do carro. Outras percebem que a bexiga cheia demais deflagra contrações de treinamento. Se as contrações estiverem incomodando você, faça o seguinte:
Procure atendimento médico se: 

O fenômeno recebe o nome de contrações de treinamento, contrações "falsas" ou contrações de Braxton-Hicks, em homenagem ao médico inglês John Braxton Hicks, que as descreveu pela primeira vez em 1872. 
Os especialistas acreditam que elas sejam uma espécie de treino do corpo para o trabalho de parto. Alguns acham que elas colaboram para o processo de "apagamento" do colo do útero (que vai ficando mais fino) e para a dilatação. 
As contrações de treinamento costumam ser sentidas a partir de 16 semanas, ou bem mais tarde. Mas também é normal não sentir essas contrações nenhuma vez. 

Como vou saber se são as contrações de treinamento ou as de verdade?
  • Acontecem só algumas vezes por dia, e não mais que duas vezes por hora
  • Normalmente param quando você muda de atividade. Se você passou muito tempo sentada, levante-se e caminhe. Se ficou muito tempo de pé, sente-se ou deite-se
  • São irregulares, não pegam ritmo. Ou, se pegam, é só por um período curto
  • Não são muito compridas: duram menos de um minuto
  • Não vão aumentando de intensidade
  • Podem atingir só uma parte da barriga
  • Podem ser deflagradas pelos movimentos ou pela posição do bebê

Contrações do trabalho de parto (contrações verdadeiras):

  • Mais compridas: a barriga fica dura por mais tempo
  • Mais regulares
  • Mais doloridas
  • Não param de vir. Cada uma que vem é mais forte que a outra, e o intervalo entre elas vai ficando cada vez menor
  • Não melhoram se você mudar de atividade
  • Atingem a barriga inteira e às vezes as costas
  • Não dependem da posição ou da movimentação do bebê
O ritmo é o mais importante, preste atenção nele. Sempre que perceber que está tendo várias contrações, marque o horário, para acompanhar o intervalo entre elas.

O que eu devo fazer para aliviar o desconforto das contrações falsas?
  • Vá ao banheiro fazer xixi
  • Mude de atividade. Se estava em pé, deite-se um pouco. Se ficou muito tempo sentada, levante-se e dê uma caminhada
  • Tome um copo d'água
  • Se ainda assim não melhorar, você pode tomar um banho morno
Quando devo me preocupar com as contrações?
Para quem está com menos de 37 semanas
  • Se a contração for acompanhada de secreção vaginal parecida com água ou sangue. Podem ser sintomas de rompimento da bolsa ou de problemas com a placenta.
  • Se sentir mais de três ou quatro contrações em uma hora, ou se elas estiverem vindo em intervalos regulares. Pode ser sinal de trabalho de parto prematuro.
Para quem está com 37 semanas ou mais
  • Você só precisa procurar o médico quando suas contrações durarem cerca de 60 segundos cada uma e acontecerem a um intervalo de cinco em cinco minutos, tirando as mulheres com histórico de parto rápido ou que morem muito longe do hospital. Nesses casos, é melhor procurar orientação se as contrações estiverem regulares, independentemente do intervalo.

E se as contrações de Braxton Hicks começarem a doer?

À medida que sua gravidez avança, esse tipo de contração pode ficar mais intensa, e é possível que doa. Quando elas começarem a ficar mais fortes e frequentes, você pode até achar que o trabalho de parto começou para valer, mas o tempo passa e elas continuam irregulares em termos de intensidade, frequência e duração -- e podem até desaparecer completamente, levando você à loucura. São os chamados alarmes falsos. Se você sentir que suas contrações estão diminuindo ou se espaçando, provavelmente elas não passaram de contrações de Braxton-Hicks (ou falso trabalho de parto). Uma sugestão é usar as contrações de treinamento para praticar técnicas de respiração que vão ajudá-la no parto vaginal.

Quando devo me preocupar com as contrações?
Procure atendimento médico se: 

Para quem está com menos de 37 semanas
  • Se a contração for acompanhada de secreção vaginal parecida com água ou sangue. Podem ser sintomas de rompimento da bolsa ou de problemas com a placenta.
  • Se sentir mais de três ou quatro contrações em uma hora, ou se elas estiverem vindo em intervalos regulares. Pode ser sinal de trabalho de parto prematuro.

Para quem está com 37 semanas ou mais
  • Você só precisa procurar o médico quando suas contrações durarem cerca de 60 segundos cada uma e acontecerem a um intervalo de cinco em cinco minutos, tirando as mulheres com histórico de parto rápido ou que morem muito longe do hospital. Nesses casos, é melhor procurar orientação se as contrações estiverem regulares, independentemente do intervalo.

Fonte: BabyCenter

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fico muito feliz com seu comentário! :)