Buscar

Seguidores

Visitas



Uma carta aos meus filhos Lucca e Pedro

Oi Pedro, oi Lucca!

Mamãe escreve hoje especialmente pra vocês. Não é daquelas cartinhas pra fazer as pessoas chorarem ou se emocionarem. É uma cartinha simples, boba, mas que quis escrever!



Estou escrevendo na mesma velocidade que as palavras vêm chegando e não pretendo editar essa cartinha. Pode ficar meio sem nexo no meio, fora de sequência, mas um dia vocês aprenderão na escola que, pra maioria das coisas, a ordem dos fatores não altera o produto.
Agora é 2h51 da madrugada do dia 04/06/2013, não sei que dia irei liberar essa postagem no blog ainda, mas se vocês estão lendo, lá em cima tem o dia certinho.

Neste instante vocês dormem feito anjos, embaixo das cobertas porque aqui na nossa cidade, Porto Alegre, faz bastante frio. Agora faz 7ºC.

Engraçado que eu canso bastante durante o dia, mas depois que vocês dormem, chega um momento que me dá saudade e vontade de apertar cada cm de vocês, de ficar com vocês no colo vendo desenho.

Sabe meus filhos, eu sempre sonhei em ser mãe, mas nunca imaginei que isso seria tão bom e tão difícil ao mesmo tempo. Não que vocês sejam crianças difíceis, muito pelo contrário, mas é bem difícil passar valores, ideias, criar vocês pra vida, pro bem.
Infelizmente Pedro e Lucca, criar pro bem é cada dia mais difícil nesse mundo que a gente vive. Muito vocês irão ouvir "bonzinho só se dá mal". Não é verdade, amores, acreditem que vale a pena ser do bem sempre, sempre... Mas aprendam que vocês devem fazer o bem PRA VOCÊS também, não somente ao próximo.

Mamãe aqui não tem condições de levar vocês em todas as peças de teatro, em todos os filmes infantis que estão em cartaz, em todos os parques e dar muitos presentes. Mas acho que o que eu dou pra vocês é muito maior do que qualquer coisa que o dinheiro possa comprar: AMOR.

Ah, meus amores.. o amor. Esse sim vale a pena. Quando se dá amor, recebe amor. Isso é importante saber. E se a pessoa não corresponder, seja ela amiga, namorada, colega.., é porque ela não te merece. Acreditem no que a mamãe de vocês diz.
Ah! Vocês já ouviram falar que as mães sempre têm razão?! É outra coisa que não concordo!!! Mães também erram e eu erro muito, mas erro tentando acertar.

Quero que vocês estejam sempre juntos, sejam amigos, companheiros, demonstrem carinho um pelo outro e pela família que formamos.

Papai conheceu vocês quando tinham 1 ano e 4 meses, mas desde então tem sido presente na vida de vocês, então sempre tenham respeito por ele assim como por toda família.

Tento fazer do dia-a-dia de vocês o mais interessante possível. A gente faz cada coisa junto, que até Deus duvida. Atravessamos a cidade de ônibus, táxi, trem e carro. Andamos de avião só nós três, tomamos banho de chuva e chegamos em casa espirrando mas dando boas risadas.
Falar em risadas, vocês conseguem me fazer rir até naqueles dias que eu acho impossível disso acontecer. Aprontam cada uma que olha... só vendo pra crer.

Não tenham preconceito com nada. Preconceito é uma coisa feia, que faz com que a gente se afaste de pessoas e lugares por achismos sem conhecimento algum. Conheçam novas pessoas, novas culturas.
Negros, gordos, magros, japoneses, muçulmanos, católicos, são todos iguais. As vezes com uma cor de pele diferente, com um "papai do céu" diferente do nosso, com menos ou mais dinheiro no banco, mas todos somos humanos, temos sentimentos e precisamos ser aceitos e amados.

Vocês, como gêmeos, vão ouvir sempre muitas perguntas a respeito disso, ouvirão que "dão muito trabalho", "que horror, Deus me livre". Mas nunca, jamais, em hipótese alguma acreditem nisso. Acreditem sempre no que a mamãe disser, vocês são DEMAIS. Demais de bons, não sei o que seria de mim sem vocês no meu dia-a-dia.
Juntos vamos passar por cima de tudo que é coisa ruim que ousar atravessar nosso caminho.

Pedro,
Desde que tu nasceu, meu filho, que te vejo sempre protegendo teu irmão, isso é lindo de ver. Sempre fazendo carinho e o defendendo de tudo. E assim espero que continue. Porém, peço que te deixe defender também, que permita ser defendido, ser acarinhado sempre. É muito bom receber carinho, seja de quem for.
Esperto, festeiro, sapeca e engraçado. Continue sendo assim!

Lucca,
Meu filho "caçula", tu é tão meigo, tão delicado e carrega nesses olhos uma ingenuidade e um carinho muito grande. És meu filho tipo "cópia" da mamãe, um dia vou te mostrar (se é que ao tu ler essa postagem eu já não te mostrei) as fotos da mamãe quando pequena. Tu és igual! Seja sempre bom com as pessoas que te fizerem o bem.

Contem com a mamãe de vocês sempre que precisarem e quando não precisarem também.
Deus me dá sabedoria diariamente pra aceitar novos desafios e não importa o que vocês façam, eu estarei sempre do lado acreditando, apoiando, defendendo e chamando a atenção quando necessário.
Afinal, eu sei, eu nasci pra ser mãe. Mãe do Pedro. Mãe do Lucca.
Uma mãe diferente pra cada um, mas igual no sentimento.

Ao terminarem de ler isso, podem por favor vir me dar um abraço??

Ah! Agora são 03h18 da mesma madrugada!

Beijo,
Mamãe.

13 comentários:

  1. Que linda carta, sentimento maravilhoso.

    beijos

    ResponderExcluir
  2. Ana Paula Volkweis12 de junho de 2013 10:50

    Nossa Bru...
    Não sei se é porque somos mães de gemêos (as) e com datas de nascimento bem próximas...Mas lendo a carta dá vontade de tirar uma cópia pras meninas lerem quando entenderem...Porque são sentimentos muito parecidos!!
    Lindo mesmo, TUDO que vc escreveu...E de coração!!!
    Abençoados esses meninos!!
    Bjo grande =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é né Ana, pode ser que seja, mas acho que, no fundo, todas as mães acabam se 'vendo' um pouco aí!

      Obrigada pelas palavras, adorei teu comentário!
      Beijão!

      Excluir
  3. Muito lindo. Parabens pelas palavras. Não é qqualquer um o dom de escrever e vc tem. Que Deus os abençoe sempre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que amor, obrigada Ana! No fundo, toda mãe tem esse dom. É só colocar os sentimentos em palavras! Mas as vezes as palavras não vêm né?! Ia escrever mais, mas o sono me pegou. Então terão outras cartinhas! :)
      Beijos!

      Excluir
  4. Ana Paula Bandeira12 de junho de 2013 14:46

    lindo isso !! verdadeiro e espontaneo. Parabens !!! continue a escrever para eles,,,,,,

    ResponderExcluir
  5. Ah tá, não era pras pessoas lerem e chorarem??? Pois então, não consegui segurar algumas lágrimas!
    Sim, teus filhotes são mesmo especiais, mas tu és mais ainda, po tudo que escreveste aí... Parabéns!
    Compartilhamos do mesmo sentimento pelos nossos anjos, passando trabalho e amando muito, cada qual do seu jeito!

    Pedro e Lucca, a mamãe de vocês é 10! Sempre escutem a mamãe!!!

    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Nossa Bru, quando escrevemos pros nossos pitocos só sai amor amor amor e amor! Isso a gente vê em cada palavra sua ou melhor em cada espacinho entre as palavras... Teus filhos são abençoados por ter uma mãe tão carinhosa e cuidadosa como vc.
    Meninos vcs merecem!

    ResponderExcluir
  7. Uau! Que linda essa cartinha!!! Com certeza vão adorar ler essa carta feita com tanto amor pela mãe deles. Parabéns Bubu!!! Bjs

    ResponderExcluir
  8. Nossa, que lindo! Imagino quando eles forem ler.

    ResponderExcluir

Fico muito feliz com seu comentário! :)