Buscar

Seguidores

Visitas



Pedro e Lucca ganharam um cachorrinho!

Quem lê o blog desde o início, sabe que eu tinha uma cadelinha, a Meg. Na verdade ainda tenho, mas ela não mora mais comigo. Quando os guris começaram com a fase de engatinhar, ela estava soltando muito (mas MUITO!) pelo na casa, pegava as bolachinhas e frutinhas deles e achei que aquilo podia prejudicar um pouco o desenvolvimento deles, por conta de estar sempre controlando cada engatinhada. Meu irmão mora no interior e então resolvi mandar ela pra casa dele, já que lá ela tem espaço, pátio, pega sol, etc.. Acontece que o tempo passou e ela se acostumou com todo esse conforto (óbvio), conversei com meu irmão e achamos melhor ela ficar por lá.

Essa é a Meg:



Ainda sim, acho importante o contato das crianças com bichos de estimação. Como eu sempre fui apaixonada por cachorro, e desde que me conheço por gente, sempre tive um peludinho por perto, quis o mesmo pros guris. Pesquisei bastante e acabei adotando um cachorrinho que havia sido abandonado junto com toda ninhada.

Não se sabe a raça dele, ou seja, vira lata. Mas é a coisa mais fofa! De hoje em diante vocês verão várias fotos dele com os guris, e vou contar sempre o que eu achar interessante de tornar público.

Os donos dele são o Pedro e o Lucca, então com isso, ele é o primeiro bichinho de estimação dos guris. Assim como cuidam dos bonecos, me ajudam com a organização das coisas em casa (e com a bagunça!!), também pretendo ensiná-los a cuidar do cachorrinho.

O nome dele? QUINCAS.
Quando eu era pequena, ouvia muito uma musica com a minha irmã, que dizia "e você, conhece o Quincas?! Quem não conhece o Quincas?! É aquele coelhinho que é muito engraçadinho..."
Ele não é coelho, mas é muito engraçadinho, e pra resgatar isso da infância acabei o batizando assim porque além disso, é um nome que os guris sabem pronunciar também.

Peguei ele no lar na sexta-feira, onde fizemos consulta com a veterinária, tudo certinho, nesse dia eles estavam na casa do pai, então pude deixar o filhote (ele tem 2 meses) se ambientar antes de chegar "a turma do barulho". Ah! Outra coisa, ele nasceu em Março, aproximadamente dia 20/25, a veterinária perguntou se eu tinha alguma data especial em Março, e disse que era o mês dos meus filhos, acabou que ela colocou a data de nascimento dele na carteirinha de vacinação como sendo "+- 12/03/2013"

Sábado voltamos do parque e eles conheceram o Quincas.
Segue algumas fotos desse encontro:







Espero que tenham gostado!

Boa sorte pra gente com mais esse membro na "família"!

Bru.

10 comentários:

  1. Te prepara para muuuito mias bagunça mas muuuito mais diversão e amor! Vale a pena! Agora sim podemos instituir o "Gente Canina"! kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Ju! Lembro quando eu tinha a Meg, quase pirei, mas eles eram menores e não ferviam tanto. Agora eu to pirando muito mais!!!!

      Excluir
  2. Também sou apaixonada por um peludinho, tive a vida inteira, e estou louca para dar uma para minha filha, mas o Antônio vai chegar em julho e o pai pediu bom senso e deixar para depois... ohh não vejo a hora de ver minhas crias dando carinho ao cãozinho ..acho lindo e importante :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é! Se tu ainda está grávida, acho que é melhor tu esperar mais tempo mesmo.. Pois eu tinha a minha e acabei deixando com meu irmão, como disse ali em cima né! Boa sorte e tudo de bom!

      Excluir
  3. Que amor o Quincas! Com certeza os meninos vão amar. Sabe, nós, lá em casa, depois do assalto, tivemos uma conversa e meu marido decidiu que queira um cachorro, masi especificamente, um cão de guarda. Pesquisou, se informou e, levando em consideração que temos 2 crianças, decidiu por um Pastor Alemão (ainda bebê). Eu, sempre fui contra ter bichos em casa pq acho que já tenho bastante coisas pra fazer, muito trabalho. E tb acho que os bichinhos precisam de cuidado, carinho, atenção, etc... Bom, o Harley está conosco há quase 2 meses. Já acabou com meu jardim. Já virou lixo, enfim, ele causa, né?! Também acho importante as crianças conviverem com os bichinhos, a Carol se apaixonou pelo cão imediatamente. É super cuidadosa, leva o maior jeito e se intitula "mãe" do bichano. A Lara, assim como eu, não tem muita simpatia, prefere manter uma certa distância. Enfim, eu estou sem saída. Confesso que ainda não me apaixonei pelo cachorro, embora a torcida lá de casa para que isto aconteça seja grande...rsrsrsrs Mas, que fique bem claro, não maltrato ele, tá? Cuido com carinho, dou comidinha e mantenho o lugarzinho dele bem limpinho!
    Boa sorte pra ti Bruna!!! rsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa San! Eu to ficando LOOOOOOOOOUCA aqui em casa! Só não estou mais arrependida pq o bichano é um fofo.. mas olha.. tá fogo a coisa. Não paro um segundo!!!
      Eu queria ter pego um maiorzinho, não filhote. Pq filhote faz muita bagunça, faz cocô por tudo... mas ok. Vamos que vamos! Uma hora isso passa, ou eu saio correndo!! Hehehehe

      Beijocas!

      Excluir
  4. Anão gente ele é muito lindo!!
    Imagino a minha filha com o meu cachorro,um fila.Vai ser uma comedia!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa Lô! A Ana Luisa vai amar!!! Cachorros sempre são gostosos!!! :)

      Excluir
  5. Que coisinha fofa ele! Apesar de eu não me adaptar muito com bichinhos de estimação, gosto de ver o amor que existe entre um cão e o seu dono!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Eloísa! Realmente, o carinho do cão com o dono é muito sincero, leal e fofo!!

      Beijos!

      Excluir

Fico muito feliz com seu comentário! :)