Buscar

Seguidores

Visitas



Tirando dúvidas sobre alimentação infantil


Há um tempo atrás pedi que algumas mães enviassem suas perguntas pra nossa nutricionista responder aqui no blog. Várias perguntas vieram iguais então concentrei todas numa só.

Achei muito boas as perguntas e acho que dá pra tirar muuuitas dúvidas!

Segue as perguntas e respostas da nutricionista Ana Carolina Terrazzan.

O Miguel é chatinho pra comer e até para experimentar alimentos. Carne vermelha pra ele é o "ó"e ovo nem pensar, nem frito, nem cozido. As minhas dúvidas são:
1) Ele não ingerir esses alimentos nessa fase (3 anos) prejudica ele em quê?
2) Tem outros alimentos que podem substituir as proteínas da carne e do leite?
3) Como deixar esses alimentos mais atrativos pra essa "cria", pelo menos, querer experimentar?!

Bom, em primeiro lugar precisaria saber se ele aceita outras carnes, como peixe, frango, porco? Pois assim não haveria um prejuízo maior em não aceitar carne vermelha e ovos.
A ingestão de alimentos fonte de proteína é importante para que o aporte de ferro seja adequado, bem como o aporte de zinco e vitaminas do complexo B. E cada um destes nutrientes e micronutrientes tem uma função para o melhor crescimento e desenvolvimento da criança. Como forma de melhorar o consumo de proteína e ferro seria possível utilizar alimentos como podem ser fornecidos pelas castanhas e sementes e leguminosas. Mas este consumo deve ser orientado por um profissional, conforme as necessidades individuais de cada paciente. Para deixa-los mais atrativos é possível pensar em montar pratos coloridos, com figuras, e também inserir a criança na fase de preparo da alimentação.


Manoela janta na escola às 17h e, oficialmente, a próxima refeição seria o mamá antes de dormir. Como ela dorme tarde (por volta das 22h), acabo oferecendo algum "petisco" entre uma coisa e outra. Esse petisco costumava ser bolachinha, frutinha picada, bisnaguinha... Nunca me senti confortável em manter essa rotina de "petiscos", mas ficava com pena de tanto tempo sem alimentação. Agora faz uma semana que ela tem jantado conosco novamente, por volta das 20/21h... E manda ver! Será que devo pedir para aumentar a quantidade da janta na escola? Ela sempre come tudo e ela é uma das mais novas da turminha. Ela tem 1 ano e 1 mês e essa fome de leão meio que coincidiu com quando ela começou a caminhar.

Bom, nesta fase é normal o apetite aumentar, afinal, o gasto energético é maior em função da maior movimentação. Não há necessidade de pedir para aumentarem a quantidade de alimentos oferecidos na escola, pois você está correta em oferecer alimentação ao chegar em casa, afinal das 17h às 22h é um bom tempo, e ela realmente ficaria com muita fome!
Então, a sugestão é você manter a oferta de uma fruta em torno de 18h e o jantar conforme alimentação da família às 20h. Apenas tome cuidado para que esta refeição das 20h não seja exagerada, e tenha sempre verduras e legumes também!

Eu gostaria de perguntar pra nutricionista Ana Carolina Terrazan, em relação ao suco em pó, como tang por exemplo. Meu filho tem dois anos e toma suco todos os dias, gostaria de saber dela se pode ser prejudicial, ele é melhor que refrigerante ou ambos se igualam? Obrigado.

O suco artificial não deve fazer parte da rotina alimentar infantil, tendo em vista que este não tem qualquer benefício, além conter muito açúcar e sódio, sendo nestes aspectos equivalentes ao refrigerante. Ambos não devem ser oferecidos às crianças. O melhor neste caso é oferecer água! E quando possível oferecer suco natural.

Ajuda para ler rótulos. Muitas substancias escritas e não sabemos o que é. Até que ponto são prejudiciais pros nossos filhos. O que não pode conter.

A leitura de rótulos é realmente complexa. É necessário ter atenção especial à quantidade de sódio dos produtos, sempre vale comparar produtos equivalentes, de marcas diferentes, e escolher o que tiver a menor quantidade de sódio. Outra dica é evitar ao máximo alimentos com adoçantes, pois estes são destinados à pessoas que não podem comer alimentos com adição de açúcar e o efeito de adoçantes para as crianças ainda não é devida. E, claro, o ideal é oferecer alimentos que não contenham açúcar para as crianças. Principalmente para aquelas menores de 3 anos.

Gelatina tem algum valor nutricional? Ou prejudica?

A gelatina comum, industrializada não tem qualquer benefício para a criança. É apenas fonte de muito açúcar, sódio e corantes! A dica, para aquelas crianças que já tem o hábito de consumir gelatina é moderar a oferta ao máximo, e alterar para a gelatina sem sabor, feita com suco de fruta natural.

Como temperar comidas de criança? Qtide sal/açúcar. Para a preparação das refeições não deve-se utilizar açúcar

A alimentação da criança não precisa ser acrescida de sal no momento da introdução alimentar. E aos poucos deve ser a mesma da alimentação da família. Então a família deve reduzir o uso de sal para que a criança possa se alimentar dentro do padrão familiar. Prefira utilizar temperos como manjericão, orégano, salsa, cebolinha, alho, cebola...
Já o açúcar não precisa nunca entrar na alimentação das crianças! Mas, como muitos dos alimentos oferecidos são industrializados, a orientação geral é para que seja feita a escolha mais saudável, ou seja, sem adição de açúcar, quando possível. E para os alimentos in natura como frutas por exemplo, não utilizar adição de açúcar.

Pra crianças acima de 2 anos o melhor leite é o integral, semi ou desnatado?
Para aquelas crianças que fazem uso de leite de vaca, deve-se utilizar o integral. A alteração para leite semi-desnatado ou desnatado é preconizada apenas em casos específicos, e esta orientação deve ser dada por profissional habilitado (pediatra ou nutricionista).
** lembrando que a orientação da OMS e MS é de aleitamento materno exclusivo até o 6o mês e complementar até os dois anos ou mais

Qual a forma correta de lavar frutas e verduras?

Em primeiro lugar, é necessário passar água corrente. Para retirar as sujeiras maiores, frutas, raízes e tubérculos podem ser higienizados com ajuda de uma escovinha. Após, é necessário deixar os alimentos de molho em água com cloro (hipoclorito), conforme a orientação no rótulo. Atenção: para garantir a eficácia, o cloro somente deve ser utilizado após lavar as hortaliças com água corrente. Também é possível utilizar água sanitária para a higienização – algumas já apresentam no rótulo a orientação de diluição correta para uso na cozinha.

Como saber se meu filho comeu o suficiente?
Bom, em primeiro lugar é preciso lembrar que a o apetite varia muito de acordo com a faixa etária e também de criança para criança. É importante dar atenção aos sinais das crianças

Uma boa maneira de saber se a criança está comendo a quantidade adequada é fazer uma avaliação com pediatra e nutricionista infantil, para que seja possível verificar o padrão alimentar e avaliar crescimento e desenvolvimento.

Devido a quantidade de açúcares contido nas frutas, qual o limite de quantidade de frutas por dia pra oferecer ao meu filho (acima de 1 ano)?





Minha filha tem 2 anos, pesa 21Kg, come alimentos saudáveis, mas viciou em tomar refrigerante. O que fazer ?

Sugiro consultar com o pediatra e solicitar encaminhamento para nutricionista, tendo em vista que pelos dados relatados esta criança está muito acima do peso para a idade. Seria imprescindível realizar coleta de exames de sangue para verificar se há alterações, verificar pressão arterial, e reorganizar a alimentação. Outra sugestão seria retirar o refrigerante da alimentação da criança e oferecer água. A retirada pode ser gradual, sem traumas, mas é importante que seja feita.

Alimentação depois dos 2 anos, fico em duvida do que eu devo ou não devo dar a elas. Pq elas sempre sentam na mesa com a gente, e fica aquela duvida... É irreal tentar restringir tudo. Se pode comer fritura de vez em quando, se salsicha faz mal... Nessa semana elas experimentaram um pouco de batata palha, nunca tinha dado. Ah, e dei no fim de semana pela primeira vez aqueles mucilon de caixinha, acho que bem não faz, mas pode? Na verdade elas não gostaram, e nem eu.

Esta pergunta é bastante ampla! O importante é sempre tentar manter a alimentação saudável, restrita em doces e guloseimas em geral. Mas também, a alimentação faz parte da interação social e portanto a criança vai ter contato com todos os tipos de alimentos. A sugestão é manter o “adequado e saudável” como rotina, para que os bons hábitos sejam formados. E eventualmente, sair desta rotina não faz mal algum. O importante é que seja passado para a criança a importância da alimentação adequada, e quais são as melhores escolhas. Assim, a criança entende que de vem em quando ela poderá escolher outros alimentos, sem prejuízo.
- Frituras devem ser evitadas e não apenas para as crianças!! Aos 2 anos de idade elas não precisam comer preparações à milanesa, batata frita, nuggets, etc. Sugiro deixar para mais tarde!
- Salsicha.. é embutido, tem muito sódio, gordura.. mas é a realidade em muitas casas. Então a dica é deixar este alimento para as festinhas de aniversário, pra o final de semana em que não deu tempo de fazer alguma outra refeição.

Quanto de leite um bebê deve tomar por dia?
Tenho lido que a partir dos 6 meses o total deve ser em torno dos 900ml, reduzindo até 600ml à medida que se introduz os sólidos, até 1 ano. Atualmente, se eu der todas as refeições (mama, papa manhã, almoço, papa tarde, mama, janta, mama para dormir), são 3 mamadas. A Bruna toma cerca de 120ml (às vezes nem isso quer), totalizando 360ml/dia. Como faço pra dar mais leite pra essa guria (8 meses)???

Bom, em primeiro lugar seria necessário saber ao certo se você amamenta, ou se ela recebe formula láctea. Mas, como referiste 120mL, entendo que seja na mamadeira. A sugestão para aumentar a quantidade de leite para a sua filha seria alterar a formula láctea que ofereces. Às vezes funciona, pois muda um pouco o sabor. Para melhorar o aporte de cálcio, o ideal é oferecer outros alimentos fonte deste nutriente como aveia, brócolis e couve, por exemplo. E em alguns meses, ela poderá utilizar leite de vaca e derivados, então será mais fácil aumentar a quantidade de cálcio na dieta dela.

Site da nutricionista para contato: http://anacterrazzan.com/




8 comentários:

  1. Obrigada, Bruna e Ana Carolina! Muito esclarecedor!

    ResponderExcluir
  2. Bruna e Carolina, minhas dúvidas já não são mais dúvidas! Obrigada!

    ResponderExcluir
  3. Ótimo! Gostei muito do post! Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Amei as dicas...super importantes!!!
    estamos em endereço novo e com um sorteio rolando passe lá para conferir..
    www.reinomae.com

    ResponderExcluir
  5. Curti o post.
    Só fiquei com dúvida com relação a questão da gelatina sem sabor. Ela não tem mais conservantes que as que tem corante, será?
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Jaqueline Barbeito16 de maio de 2013 10:17

    Adorei o post, muito esclarecedor... vocês fizeram um ótimo trabalho. Parabéns

    ResponderExcluir

Fico muito feliz com seu comentário! :)