Buscar

Seguidores

Visitas



Onde foram parar meus neurônios?! - A explicação

Vocês com certeza já comentaram com alguma amiga, o quanto estão se sentindo mais lentas do que antes de ser mãe, não é mesmo?! Que antes de engravidar vocês conseguiam fazer mil coisas ao mesmo tempo e hoje até conseguem porém não com a mesma concentração, enfim. Tu não tá sozinha!!!

Bate aqui, estamos juntas!!!

Essa pauta foi assunto no Grupo Gente Miúda ontem e eu resolvi trazer um estudo que mostra o porque disso acontecer conosco!

Leiam, é fácil de entender e vocês vão se identificar!

"Cientistas avaliaram as mudanças hormonais logo após o nascimento, incluindo o aumento da ocitocina, estrogênio e prolactina.
De acordo com uma pesquisa publicada pela American Psychological Association, a maternidade atua diretamente nas áreas ligadas à motivação e comportamento. Cientistas envolvidos no estudo e liderados pelo neurocientista Pilyoung Kim, do Instituto Nacional de Saúde Mental dos EUA, avaliam como as mudanças hormonais logo após o nascimento ajudam a tornar o cérebro das mamães mais suscetíveis à reformulação, depois do parto.
A motivação para cuidar do bebê e os traços marcantes da maternidade podem ser menos o resultado de uma resposta instintiva e mais um resultado do desenvolvimento do cérebro ativo.
Para alcançar estes resultados, o grupo analisou ressonâncias magnéticas tiradas do cérebro de mulheres que deram à luz. Os cientistas observaram que o volume de substância cinzenta aumentou em quantidades pequenas, mas significativas, em várias partes do cérebro. Em adultos, este volume normalmente não muda em apenas alguns meses sem aprendizagem considerável, lesão cerebral, doença ou alterações ambientais realmente importantes.
As áreas mais transformadas são o hipotálamo (associado à motivação e ao sentimento materno), a substância negra e amígdala (ligada à recompensa e ao processamento da emoção), o lobo parietal (integração sensorial) e córtex pré-frontal (raciocínio e julgamento). Em geral, a equipe observou que mães mais ”entusiasmadas” com a experiência desenvolveram mais o cérebro do que as outras.
Os autores do estudo afirmam que a depressão pós-parto pode implicar a redução das mesmas áreas do cérebro. Segundo eles, as mudanças anormais podem estar associadas a dificuldades na aprendizagem recompensando o valor dos estímulos infantis e na regulação das emoções durante o período pós-parto."

Alguém se identificou???

Já passaram por isso também! Conta aqui pra mim!

Beijo,
Bru

7 comentários:

  1. Já! Hahahaha.. to passando ainda.. rsrsrs

    ResponderExcluir
  2. Interessante. Explica porque nos cuidados com os bebês ficamos concentradas e no resto aquela bagunça! Todos os neurônios voltados pra criaturinha! Menos mal, né... O resto pode esperar. No momento, o que importa é cuidar bem do meu bebê mesmo.

    ResponderExcluir
  3. Eu estou passando por isso. Estou mais lenta no processamento da informação, mais devagar no raciocínio, muitas vezes coisas passam despercebidas. Mas pelo jeito depois de dar a luz piora. heheh Aguardaremos.

    ResponderExcluir
  4. Ó céus.. vai pioraaaaaar!!! HAhaHAHaHA
    Mas é como vc disse, Bru, não estamos sós!
    Já ajuda ;)

    ResponderExcluir
  5. PQP me senti mais burra ainda... pq não entendi a conclusão do estudo ahahaha

    ResponderExcluir
  6. heheh eu to me sentindo confusa..assim sem rumooo

    ResponderExcluir
  7. Bahhhhhh..... Perfeito!

    ResponderExcluir

Fico muito feliz com seu comentário! :)