Buscar

Seguidores

Visitas



Terça Insana: Partos

Eu sei que serei apedrejada (toquem suas pedras, cá estou.)

Não sei se me fiz entender da forma que eu queria, na hora que gravei o vídeo o Pedro tava vendo desenho (nota-se pelo fundo musical) e o Lucca dormindo (motivo pelo qual terminei o vídeo meio 'do nada', já que o Lucca começou a chorar me chamar lá no quarto).

A ideia é falar da minha opinião sobre essa "febre" de parto humanizado, natural.
Gostaria de ter a coragem de quem o faz. Sinceramente, se eu tiver outros filhos, pretendo entrar em trabalho de parto e receber analgesia quando eu pedir. No MEU CASO, que tive os guris pelo SUS, não existe isso. Daí o meu medo.
Não marquei cesárea, não programei o dia do nascimento. Coincidentemente minha bolsa estourou na sala de pré parto, minutos antes de eu entrar na sala de parto.

Um dia eu conto pra vocês o que aconteceu, a minha saga da cesárea.

Espero que tenham entendido a minha posição: Não sou contra quem FAZ ou quem ESCOLHE o  parto humanizado/natural/normal, mas sou contra essa insistência chata no assunto, que de certa forma, recrimina quem o faz.

Com vocês, a pessoa que vos escreve, eu:

video

Deixem aqui nos comentários a sua opinião, por favor?!

Só não precisa me bater, ok? Sou tão mãe quanto qualquer outra!

Beijo,
Bru.

16 comentários:

  1. Lorraine Furriel5 de junho de 2012 09:54

    Sou a favor do parto humanizado,mas não recrimino ninguém que faz cesária não!Acho que cada um é cada um, e todos tem um modo de pensar!
    Só acho que qd a mulher engravida e ela tem desejo de ter um parto normal ela tem que estudar sobre o assunto,correr atras do que ela quer!Se informar!!Tenho dois casos na minha família recentemente que as duas pessoas queriam parto normal e no fim acabaram em uma cesária pq não conseguiram segurar a ansiedade(único motivo), e os dois bebes estavam encaixadinhos para o parto normal,era só esperar + um pouquinho!
    Uma dessas duas só foi ver o bb depois de quase 3 horas depois do nascimento,nem qd nasceu mostraram pra ela,nem sequer falaram o peso do bb!!
    Os médicos aqui da minha cidade são extremamente cesaristas!
    Ah Bru e da "moda" eu vou descordar(essa moda ainda não chegou aqui),pelo menos aqui na minha cidade são raríssimas as pessoas que sabem a respeito do parto humanizado,na verdade até hj só conversei com uma mulher que sabe a respeito do parto humanizado!
    Bj

    ResponderExcluir
  2. Eu fiz cesarea por restrição medica, parto normal seria arriscado por motivos de saude, eu acho que parto bom é aquele que não põem em risco a vida nem da mãe nem do bebe... Sempre uma idiota pra me criticar porque tive minha fofa por cesarea!! Assim como sempre tem uma retardada pra me dizer que seria impossível eu amamentar minha filha pq quem faz cesarea não tem leite!! Mando longe! Não tenho paciência pra tamanha ignorância... Cada um faz o que for melhor pra si e pro bebe e deu deixa os outros serem felizes da sua maneira!!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah sim só pra constar meu bebe ta só no peito, não precisou de complementos tenho leite sim e fiz cesarea :)

      Excluir
    2. Adorei Mi!
      Tb fiz cesária e amamentei sem problemas. Até os 6 meses só no peito!
      Beijo,
      Ana

      Excluir
  3. Preciso falar sobre isso também!
    Cresci ouvindo a minha mãe dizer que foi muito bom ter eu e minha irmã de parto normal, sendo que o parto da minha irmã foi de cócoras e, segundo relatos da minha mãe, foi tão fácil parir, como fazer cocô! :P Por outro lado, acompanhei a frustação da minha dinda que, mesmo querendo, precisou fazer cesareana nos seus dois partos. Como sempre sonhei com o dia que seria mãe, por essas influências, estava certo na minha cabeça que GOSTARIA do parto normal. Grifo a palavra "gostaria" pois nunca me esqueço da primeira conversa que tive com a minha gineco sobre isso, quando ela me indicava alguns colegas para obstetra. Eu disse que não gostaria de um médico que forçasse a cesárea e ela concordou reforçando com o seguinte: parto NORMAL, tem que ser NORMAL, se houver alguma complicação ou sofrimento extremo já deixou de ser NORMAL. Isso ficou na minha cabeça e minha opinião foi ainda mais sedimentada quando, já grávida, comecei a ler sobre o tal parto humanizado. Não quero generalizar, mas, na maioria das vezes, se exaltava o quanto a mãe sofreu, o quanto foi guerreira para parir o seu filho com tanta dor... Isso para mim é tão pensar em si mesma quanto quem marca a a cesárea para ter tempo de ir no salao se arrumar para sair linda nas fotos... Da mesma forma, sou contra marcar cesárea com semanas de antecedência, mesmo que, pela experiência, 95% das minhas amigas médicas admitam que não querem parto normal para si, por todas as complicações que já viram, PRINCIPALMENTE PARA O BEBÊ
    Enfim, voltando para mim. Nada disso mudou a minha opinião que gostaria de entrar em trabalho de parto e, se possível, ter um parto normal, com analgesia sim, por favor! Ainda, se escolhi um médico que acompanhou toda a minha gestação é porque confio nele e vou seguir suas orientações de olhos fechados. E foi o que aconteceu. tive que "interromper" a gestação, obviamente por cesárea, com 37 semanas, pois havia uma desconfiança que a minha placenta estava envelhecida, sem condições de nutrir meu bebê adequadamente. Então, meu médico, juntamente com pediatra e anestesista, compareceu num lindo domingo de sol de manhã ao hospital para fazer a minha cesárea... Duvido que essa escolha tenha sido para "facilitar" a vida dele, se fosse, seria mais fácil ter marcado na segunda, não é mesmo? A placenta envelhecida foi confirmada, eu já estava quase sem líquido e minha pitoca nasceu linda e maravilhosa, bem pequeninha, mas muito forte, sem precisar de um minuto de incubadora. Se tivesse esperado mais um dia ou, pior ainda, o trabalho de parto, ela já poderia ter entrado em sofrimento e eu não gosto nem de pensar nas conseqüências... E é nesse ponto que concordo bem com a Bruna. Sou menos mãe por isso? Mesmo que tivesse, mas eu não tive escolha. E as mães de prematuros? Não são guerreiras também? Gostaria muito de não ter sido uma pós operada e ter podido me levantar para pegar meu bebê no colo no dia seguinte do parto. Gostaria muito também de não ter uma cicatriz na barriga. Mas o que realmente importa é que tenho meu bebê nos braços, mamando exclusivamente no peito (sim, porque mães de cesariana também podem amamentar) e engordando tudo que não estava mais sendo possível engordar dentro da barriga.
    Quero ter outro(s) filho(s) e ainda sonho ter um parto NORMAL, da maneira mais NORMAL possível. E vou ser tão mãe quanto sou do meu lindo bebê de cesárea!

    ResponderExcluir
  4. Sabe que essa é a segunda pergunta que se faz quando descobrem que vc está grávida, né?! Primeiro, qual o sexo do bebê, depois, cesárea ou normal?
    Eu procuro não pensar muito sobre isso na minha gestação, vejo tantas pessoas frustradas por não ter conseguido seu sonhado parto normal, ou como vcs já falaram, sendo criticadas por terem marcado a cesárea. Eu quero esperar minha pipoca querer nascer, quero esperar o tempo dela e aí sim, quando ela decidir nascer, ver como estão as condições e decidir. Normal ou Cesárea. Sem grilos, sem culpa, sem maiores problemas.

    Mas uma coisa é certa, tem muita gente pregando o parto humanizado por aí de uma forma fanática e isso pra mim é que não é o bom. Como vc falou, Bru, tem pessoas que só falam sobre isso, criticam quem faz cesárea e só postam sobre isso nas redes sociais. Teve uma mulher que eu nem conhecia que quando soube que eu estava grávida, a primeira coisa que veio falar foi criticar a minha escolha de maternidade para ter meu bebê, falando sobre o indice alto de cesáreas lá. Oi pra vc tbm, bom dia! Sério, aquilo me deixou P da vida e sério, não tenho paciência para isso.
    Eu tenho me informado muito sobre o assunto, mas não quero decidir, posso ter o prazer de escolher na hora? Podem me deixar exercer o meu direito? Vc já teve o seu, vai cuidar dele e deixa eu com meu parto, minha filha e a criação que eu darei como eu achar melhor, ok?! Pode ser?!

    É fogo, mas o prazer de se meter e impor a sua opinião é muito tentador, então dá no que dá.

    É isso ae Bru, podes até ser criticada, mas tens apoio tbm.
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Bruuuu, falo e disse!!! Acho o parto humanizado lindo, mas ele lá e eu aqui! Desde o início da gravidez eu tinha certeza da minha opçao pelo parto cesariano, mesmo com a maioria da família tendo parto normal, ngm me recirminou, pelo contrario, me apoiaram e entenderem que era um escola acertada com foco na segurança dos meninos. Outro dia eu tbm bloguei sobre um selo muito chifrin, que quem faz parto cesariano tem um ziper na barriga, confesso que qdo vi aquilo fiquei P da vida, me senti ofendida mesmo! Pow eu respeito quem é natural e opta por isso, será que eu nao posso não ser tão natureba assim? Affsss...

    Eu admiro a coragem, mas detesto quem se sente melhor que eu pq sentiu dores no parto, isso eu nao aceito!Kd aquela etiqueta do me respeita que eu te respeito? Pirei!

    Taki o post que eu citei:
    http://osgemeosdaju.blogspot.com.br/2012/03/parto-cesario.html

    bjs, tema muito bom!

    ResponderExcluir
  6. E viva a cesariana.... adoreiiii cada segundo de minhas cesarianaSSS :)
    cada um no seu quadrado gente...assim na mesma linha e' amamentar....tudo isso e' escolha de cada uma ou as vezes nao se escolhe, tem que ser...mas o bonito nao e'se foi assim ou assado e sim saber valorizar da maneira que foi!!!

    ResponderExcluir
  7. É exatamente isso!
    Acho um saco essa patrulha do parto normal. E ridículo quando as pessoas vem sugerir levar objetos da casa para "ambientar" a sala de parto! Por favor cada um tem o direito de fazer o quer e o dever de respeitar o caminho que o outro escolhe.
    Por esse patrulhamento tenho os 2 pés atrás com doulas e essa pregação toda, inclusive pq o que vivi e o que ouço de outras gravidas é que não há nenhuma tendencia médica para impor uma cesárea. Quem fez, fez pq era o melhor para a mãe e bebê. Ao contrario já vi gente passar por cima das indicações médicas e tentar forçar um parto normal colocando a vida do filho em risco..
    Tão bom ver que mais alguem não gosta disso!
    Beijo
    Ana

    ResponderExcluir
  8. Bruna cada caso é um caso, só acho que o mundo seria lindo e colorido se tudo fosse como a gente deseja mas nã é...No meu caso se não fosse cesária o Vitor não nasceria pois meu corpo não tem dilatação, o Ju foi "normal" induzido com fórceps e machucaram o braço direito dele por forçar o parto normal, por muitos anos sofri pois romperam o plexo braquial do braço direito do Ju, hoje ele tem 14 anos e terá que fazer fisioterapia pro resto da vida, isso dói em uma mãe. A forma como você faz seu parto é problema seu! Cansei de babar ovo de "algumas" pessoas e elas nem me darem bola...Tenho uma boa condição financeira mas não o suficiente para pagar uma doula ou algo do tipo,então perdão a quem pode. Que cada um seja feliz com que escolhe pra si, tu não é menos que ninguém por ter feito cesária, mas te digo meu primeiro filho eu me recuperei rápido do parto "normal" mas ele ficou machucado pro resto da vida. O Vitor foi cesária por descolamento de plascenta e queda de batimentos cardíacos, eu fiquei ruim por um mês da cesária mas meu filho nã foi machucado, então o que é melhor a gente sofrer um pouco ou eles? gostei muito do post!!!

    ResponderExcluir
  9. Bru,

    Pelo teu relato parece que tu mesma não teve um parto humanizado. Digo isso não por ter sido cesárea, mas por pessoas da equipe médica que fizeram comentários que te deixaram insegura/irritada ou que tentaram forçar uma situação. Na minha opinião, humanização tem relação com respeito à vontade e ao bem estar da mãe e do bebê. Tive o Vítor de parto normal, por exemplo, mas diversas situações, desde conduta de profissionais até procedimentos que eu não queria (como colocar soro apenas por precaução) me deixaram muito decepcionada. Sendo assim, percebo que tanto nas cesáreas quanto nos partos normais existem condutas que devem ser repensadas.
    Concordo contigo que a informação hoje em dia está disponível em qualquer lugar. Mas discordo que as pessoas que fazem cesárea estão, necessariamente, bem informadas sobre isso. Algumas "caem" na conversa de médicos cesaristas, que levam em consideração apenas dois fatores: cesária paga melhor, é mais rápida e prática.
    Então, para tentar resumir a minha opinião vou pontuar algumas coisas que eu acho importante:
    - Parto normal é diferente de parto humanizado.
    - Uma cesárea pode ser humanizada (http://www1.folha.uol.com.br/folha/equilibrio/noticias/ult263u366627.shtml).
    - Sou a favor de parto normal e discordo de quem escolhe fazer cesárea em um primeiro parto apenas por medo, sem indicação médica específica e sem considerar que tanto a cesárea quanto o parto normal envolvem dor, como falei nesse post: http://projetodemae.wordpress.com/2012/05/29/o-medo-do-desconhecido/.
    - Entendo o que tu quer dizer por "moda" de humanização, mas acho extremamente necessário bater nessa tecla diante da falta de informação sobre o assunto. Falta de informação não sobre parto normal x cesárea, mas sobre o que é realmente um parto humanizado, com respeito e cuidado, acima de tudo. Na verdade, acho que ao invés de parto humanizado deveria ser atendimento humanizado, pois seria um termo mais global para falar sobre o assunto.

    Beijos, Ananda.

    ResponderExcluir
  10. Só consegui terminar de ver o vídeo hj... agora, na verdade!

    Concordo... simmm gente eu tinha medo da dor... é tão ruim assim, tão do mal ter medo de sentir dor? Acho bem humano a gente sentir medo da dor, medo do desconhecido na verdade.

    Porém, tb tinha muito medo de que a Antonella tivesse lesão do plexo braquial ou falta de oxigenação por alguma complicação do parto normal.

    No fim a gringa nasceu no dia marcado, mas não só por estar marcado. Nesse dia iniciaram as contrações e ela já estava entrando em sofrimento e eu sem dilatação... seria cesárea de qquer forma.

    ResponderExcluir
  11. Sou eu a amiga citada no vídeo?? Hahaha
    Sim, tive por parto normal (com analgesia), mas sinceramente? O próximo bebê não será por parto normal...
    Meus motivos? São simples:
    1) diferente do que a Bru falou no vídeo, apesar da analgesia, eu senti as contrações, a analgesia não aliviou, e como dói as contrações!!
    2) o pós parto foi tão dolorido quanto uma cesareana. Sofri por 10 dias, não conseguia sentar pra amamentar minha pitoca, tem noção? No meio da noite eu levava 5 minutos pra me ajeitar na cama enquanto o marido tentava acalmar a bebê até eu dar o peito. NÃO FOI FÁCIL!!!

    Sempre quis parto normal, mas nunca critiquei quem faz cesárea. Só queria ter a experiência, tive, não terei mais. Acho... hehe

    Parto humanizado (pra quem?)? TÔ FORA!

    ResponderExcluir
  12. Como mães de dois filhos,com o pai obstetra, acompanhei centenas de partos (nao pessoalmente claro, mas ouvindo relatos). Formei uma opinião assim - Parto humanizado: perigoso pq se acontecer algo nao tem o que fazer (pessoalmente acho uma coisa esquisita voltar aos tempos dos nossos avós aonde nao se tinha escolha e contava-se com a sorte)Cesárea - só por indicação médica. Quem decide é o medico da necessidade ou nao)Parto normal - é o natural, se dói? claro. Mas passa. Parto normal com analgesia - maravilhoso.Ver o bebe nascer naturalmente e ao mesmo tempo ter tudo o que precisar (se necessário) perto - soro, medicos, UTI , etc.. PÓS PARTO - Sem o corte do parto normal (epísio - Episiotomia é uma incisão efetuada na região do períneo para ampliar o canal de parto e prevenir que ocorra um rasgamento irregular durante a passagem do bebê. É geralmente realizada com anestesia local.) nao sei o que acontece...provavelmente rasga. Pontos do corte do parto normal - incomodo, mas superficiais e cicatrizam mais depressa, dez vezes melhor do que as varias camadas de pontos e do tamanho do corte da cesárea. Partos normais: Tive dois,um sem anestesia e outro com; voltei pra casa no dia seguinte sem nenhuma preocupação. Cesarea? dias de hospital, maiores cuidados pra tudo.É uma cirurgia, ao contrario dos outros partos. Acho que as mulheres podem discutir o assunto com o seu obstetra, mas a decisão deve ser dele sempre. Embora muitos já digam sim as candidatas a cesarea, prevendo o que vai ser se nao for assim...essa é a minha opinião, claro que de acordo com a experiencia de cada uma, as opiniões são diversas. Importante mesmo é que tudo corra bem, pra mamae e pro bebe(s).

    ResponderExcluir
  13. Bru, eu concordo plenamente com você,no meu caso, entrei em trabalho de parto duas semanas antes de completar nove meses de gravidez, com 2 dedos de dilatação e continuei ate as duas semanas seguintes com os mesmos dois dedos de dilatação, só com algumas contrações e nada mais, então de qualquer forma eu iria sofrer horas e não conseguiria ter parto normal, por isso quando completei as 38 semanas eu e minha médica optamos pela cesárea pois não iria ficar mais nao sei quanto tempo em trabalho de parto, sofrer para depois acabar passando pela cesárea da mesma forma .Acho que a mãe pode escolher o que for melhor para ela, independente de ser natural,cesárea o que for, mas recriminar uma mulher que tem parto cesárea, é completamente desnecessário, pois nos que tivemos filhos dessa forma amamos nossos filhos tanto quanto as outras e se tomamos essa decisão foi porque escolhemos o melhor para nossos filhos.
    Bjao

    ResponderExcluir

Fico muito feliz com seu comentário! :)