Buscar

Seguidores

Visitas



Mãe Amiga: Pâmela

A Pâmela é uma seguidora do blog desde sempre! A conheci através de um comentário enorme que ela me deixou numa postagem e fiquei curiosa em saber quem era aquela menina. Entrei em contato e daí foi começando nossa aproximação.

Ela é uma mocinha de 19 anos, mãe de gêmeas, e super madura! Querem conhecer um pouco dela? vamos lá!


"Daqui dois meses faço 20 anos. Não tenho muita experiência de vida. (Ou tenho?) Bem, de qualquer forma, minha história não é de fazer inveja a ninguém, ainda não tive grandes conquistas nem passei por fortes emoções. Mas uma coisa eu sei ser: mãe. E "mãe" de gêmeas. 



Conclui o ensino médio em 2009. Meu sonho (e o sonho do meu pai) era cursar uma faculdade Pública, de preferência a Unicamp, que fica na minha cidade mesmo (Campinas) e é uma das melhores do país. Então comecei a me preparar, jurava que 2010 era um ano totalmente planejado: estudar, e passar nas provas. Estava fazendo cursinho pré-vestibular porque as provas são muito concorridas, e 3 meses depois de completar 18 anos uma surpresa que mudou toda a minha vida: estava grávida. Meu namorado ficou o tempo todo ao meu lado, sempre confiei muito nele, o meu medo era a decepção dos familiares, pessoas que apostavam outro futuro pra mim. A gente não queria contar nada pelo menos por uns 3 meses, mas com apenas 8 semanas de gestação descobrimos que eu esperava gêmeos, e sabe quando a "língua coça" pra contar uma novidade? Então, era bem assim, rsrs. Nossa vontade era de sair gritando pra todo mundo que em breve seríamos pais de GÊMEOS. Um bebê só seria muito bem vindo e amado, é claro! Mas dois bebês, eu não acreditava, logo eu que sou filha única, que nunca tive ninguém tão próximo de mim, ser capaz de gerar duas vidas ao mesmo tempo? Na ultrassom eu a médica quase discutimos, porque eu achava que ela estava brincando comigo. Hoje dou risada lembrando da cena, mas na hora chorei muito. Chorei de emoção, de saber que fazia parte de 1% das grávidas no mundo, as mães de múltiplos. E chorei também pensando porque Deus me escolheu pra ser essa mãe, porque Ele confiou tanto em mim. E mesmo sem ter religião, agradeço sempre a Ele por ter me dado duas filhas, perfeitas, e que hoje são tudo na minha vida.



Quando contamos para a família, todos se mostravam muito amigáveis na minha frente, mas não era bem isso que rolava nos "bastidores". Por trás daquele show, nas minhas costas, meu nome era o hit do momento. Entendo o comportamento deles, ninguém esperava que isso fosse acontecer comigo, mas tem uma hora que cansa, e eu me irritava. Mas apesar de saber vez por outra as fofocas levando meu nome, eu abria um sorriso forçado, e pelas minhas filhas, perdoei muitos. 

Fui morar com meu namorado. Meu pai nos visitava, mas até boa parte da gestação eu sabia que ele ainda não tinha digerido o assunto. Ele não acreditava, não queria que aquilo acontecesse com a filha dele. Mas minha felicidade era tanta que aos poucos ele se acostumou. 
Terminei o cursinho, passei no vestibular para Pedagogia nas duas fases, e me matriculei, parecia que era tudo muito rápido. Na faculdade eu era conhecida como A GRÁVIDA.  
A gestação foi muito tranquila, engordei 11 kg, não tive absolutamente nada. Com 38 semanas, as bebês nasceram, Melissa com 2,090 e a Bianca com 2,750. Apesar de magrelinhas para a idade gestacional, não precisaram de UTI, e foram para casa comigo.
Ainda cursei a faculdade, mas desanimei e parei, não queria ser pedagoga. 
Meu pai se tornou o avô mais coruja do mundo.
Meu namorado agora é o marido, chefe do lar, que amo muito.

Papai Anderson, Bianca, Pâmela e Melissa (acertei, Pam?)
E hoje, com poucos dias para completarem 1 aninho, minhas filhas são a alegria de muitos amigos e familiares. Através delas conheci muitas pessoas boas e resgatei amizades. Me orgulho quando encontro pessoas na rua me elogiando por elas serem tão bem cuidadas. 
E até eu me surpreendo: incrível como mudei em tão pouco tempo."

Depois de um tempo lendo o Gente Miúda, ela criou um blog e o dedicou à mim. Achei muito fofa essa atitude! Ela é um amor de pessoa e que eu adoro. Clica aqui e aqui pra ver os posts que ela fez pra mim. É uma fofa!

Agora, vamos deixar nossos comentários pra ela?? Algumas mães após a divulgação do relato, mandam e-mails agradecendo pelos comentários que vcs deixaram por aqui. A Pam com certeza vai adorar também!

Beijos,
Bru

14 comentários:

  1. Adorei a hisória dela, que filhas lindas!!!

    ResponderExcluir
  2. Linda, linda! Já conhecia o blog dela, realmente uma fofa. Me emocionei com a história, muito, muito parecida com a minha. Só que diferente dela, eu não tive gêmeos, tive um. Mas sou irmã gêmea e sei a felicidade :)

    ResponderExcluir
  3. Linda história da Pamela mesmo. Mesmo sendo adolescente seguiu firme. Parabens Pamela!!!

    Bjsss

    ResponderExcluir
  4. Obrigada pela oportunidade Bru! Adorei, ficou lindo! Vc q é um amor de pessoa! Te adoro e adoro o Gente Miúda, sempre! Obrigada por tudo!

    PS: na foto vc acertou quem é quem sim! rs :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oba! Que bom que acertei!! =)

      Eu que te agradeço pelo carinho! Bjss

      Excluir
  5. Lorraine Furriel24 de maio de 2012 11:01

    Linda a história da Pam!!
    Pam adoro vc viu!!
    bj

    ResponderExcluir
  6. Conheci a Pam há um tempinho, realmente muito linda a história dela, mesmo sendo uma mãe novinha soube segurar o rojão e hj é uma super mãe! Parabéns!

    Adoro ler esses relatos Bru!

    bjins

    ResponderExcluir
  7. História linda! Muito emocionante.
    Parabéns Pam e parabéns pra Bruna que abre esse espaço especial para conhecermos mais as mamães especiais desse grupo.
    Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Linda história né Rafa?! Obrigada, o blog só existe pq vocês fazem parte!!! :)
      Beijos!

      Excluir
  8. Linda história!!
    Conheci o blog da Pam durante a gestação dos meus gêmeos e os posts dela me ajudaram tanto, que viciei rs Acho que em partes por ter uma história parecida com a dela.

    Admiro muuuito você Pam. Uma ótima mãe e uma grande pessoa. Super simpática e sempre muito receptiva mesmo com as "amigas virtuais".
    Espero um dia ter a oportunidade de conhecê-la pessoalmente.

    Beijão.

    ResponderExcluir
  9. Que amor... O que ela passou realmente nao deve ter sido nada facil e como eh legal e olhar agora e ver como conseguiu superar. Parabens a Pamela e marido pelo a aniver das meninas! Mts felicidades e um beijo!

    ResponderExcluir
  10. Amei conhecer a história da Pam, entrei no link e vi o blog dela, e pra minha surpresa eu havia lido ele já!!!!

    Guria parabéns pelas lindas filhas, família linda!Muitas felicidas pra vcs!

    beijos Gisa, Melissa e Yasmin

    ResponderExcluir
  11. que linda......amei a historia....e que lindas essas bonecas......
    beijos

    ResponderExcluir

Fico muito feliz com seu comentário! :)