Buscar

Seguidores

Visitas



Mamães, parem e pensem nisso:

Ontem recebi esse texto por e-mail e resolvi compartilhar com vocês.

Vale a pena ler e pensar como as prioridades estão sendo alteradas em algumas famílias!


"Na sala de aula, a professora pediu aos alunos que fizessem uma redação e que nela expressassem, de alguma forma, o que gostariam que Deus fizesse por eles.

Já em casa, quando corrigia os textos dos alunos, deparou-se com uma que a deixou deveras emocionada.

Um choro sentido irrompeu sem que ela pudesse controlar.

Deixou tudo o que estava fazendo, sentou-se numa poltrona, ainda com a redação nas mãos, e ficou ali, pensativa, entre lágrimas.

O marido percebeu que alguma coisa estava errada, e entrou no escritório onde ela estava:

O que aconteceu, querida?

Ela, sem conseguir falar direito, passou a ele a redação e disse:

Lê... A redação é de um aluno meu.

O marido segurou a folha de papel e começou a ler:

Senhor, nesta noite, peço-te algo especial: transforma-me numa televisão.

Quero ocupar o espaço dela. Viver como a televisão da minha casa vive. Ter um espaço especial para mim e reunir a família ao meu redor.

Quero ser levado a sério quando falar. Ser o centro das atenções e ser escutado sem interrupções e perguntas.

Senhor, quero receber a mesma atenção que ela, quando não funciona, quando está com algum problema.

Ter a companhia de meu pai quando ele chega em casa, mesmo que esteja cansado.

Que minha mãe me procure quando estiver sozinha e aborrecida, ao invés de me ignorar.

E ainda, que meus irmãos briguem para poderem estar comigo.

Quero sentir que minha família deixa tudo de lado, de vez em quando, para estar comigo.

Por fim, que eu possa divertir a todos.

Senhor, não te peço muito. Só te peço que me deixes viver intensamente como qualquer televisão vive!

Quando o marido terminou a leitura, estava incomodado.

-Meu Deus! Coitado desse menino! Que família ele tem!

A professora olhou bem nos olhos do marido e depois baixou-os, dizendo num sussurro:

Esta redação é do nosso filho..."


4 comentários:

  1. Me arrepiei.
    Que texto comovente. É de se pensar né?


    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Realmente, as vezes acontecem coisas em baixo do nosso nariz e não temos a capacidade de prestar a atenção no que nos cercam.

    Um grande bj e tenha um excelente fim de semana :)

    ResponderExcluir
  3. Infelizmente, em algumas famílias as prioridades são outras. Os filhos são praticamente criados por babás, esquecidos de uma tal maneira absurda, capaz de revoltar qualquer boa mãe. No entanto, ainda existem pessoas capazes de perceber qual o real valor da vida. E ninguém deveria botar filho no mundo se não fosse pra amar! Adorei o blog e já estou seguindo ... venha conhecer o meu cantinho tb ;)

    bj bj

    ResponderExcluir
  4. Cara amiga, compartilhei o texto no meu facebook e troquei as palavras "televisão" por computador que é hoje em dia o grande vilão das FAMILIAS e para ser mais exata o vilão do momento é o FACEBOOK que pela facilidade de ser acessado até pelo celular, roubam as mães e pais dos seus lares.

    ResponderExcluir

Fico muito feliz com seu comentário! :)