Buscar

Seguidores

Visitas



Mãe Amiga: Michelle

Quem participa do Grupo Gente Miúda, sabe que a Michelle, também conhecida por Mi, é uma das participantes mais participativas.

A Mi acabou se tornando minha amiga, daquelas que se não falar por um dia no MSN, dá uma tremedeira. Entre mamadas da Mari (filhota dela) e lanchinhos dos meninos, conversamos sobre tudo, e foi no meio de uma dessas conversas, que a Mari escreveu um relato fofo aqui pro Mãe Amiga!

Querem conhecer? Enjoy!


“O que é ser mãe?

Pra mim, é a realização de um sonho perdido.
Um sonho de criança, influenciado pelas belas histórias infantis e um "e viveram felizes para sempre..."
Desisti de ter uma família como nos contos de fadas assim que entrei na adolescência. Vi que as coisas não são como imaginamos: contas, trabalho, estágios, estava entrando na vida adulta e não estava gostando nada daquilo. Não achava ninguém que eu realmente amasse ou quisesse ter um filho que, na minha opinião, é um fruto de amor.
Anos passaram. Eu cada vez mais dedicada aos shows de metal, estágios, várias atividades e nada de amar realmente.  Apenas um namoradinho aqui outro ali, mas ninguém que me fizesse sentir meu peito arder e querer ser feliz com essa pessoa, e os anos passando...
Estava com 28 anos quando conheci meu marido. Ahh o amor... Sim ele existe, até que me provem o contrário. E os sonhos ressurgem... Começamos a namorar, logo mais veio a proposta de casamento, a qual levei 3 meses para aceitar porque não acreditava nela.
Desejos em comum, construir nossa própria família, e veio a ideia de ter um bebê, e junto vieram as duvidas. Nossa, e quantas duvidas..!! Desde "será que podemos ter um bebe?" a "se não der a gente adota". Sim pensamos em adoção. Eis que no primeiro mês de tentativa, num tiro certeiro, engravidei. Ahh... a noticia mais feliz da minha vida, que demoramos a perceber, talvez porque nem a gente acreditasse... Nossa, grávida e tão rápido?! Era pra ser...
Engravidei com 31 anos e tive minha linda com 32, não tive problema algum durante a gravidez, me sentia cansada nos últimos meses como qualquer mãe, independente da idade, tem.
Meu parto foi a experiência mais emocionante que tive. Um dia que jamais esquecerei, nasceu linda, saudável e é isso que importa.



Contrariando muitas pessoas que me diziam "ah mulher depois que passou dos 29 já está velha para ter filho, nem pode ter mais"... Velha, eu? Talvez, mas a "velha" mais feliz do mundo com meu pedacinho de gente lindo que eu amo mais que qualquer coisa nesse mundo. Cada segundo com ela, me da certeza de que fiz a coisa certa, que não poderia ser diferente e eu nasci para ser mãe. Muitos também dizem: o que ela é? Sou mãe, aspirante a bailarina, metaleira de plantão e com um coração enorme...



Agora sim eu tenho o "e viveram felizes para sempre...", porque marido talvez não seja eterno, mas o amor de mãe sim.
A Mariana é o meu 'feliz para sempre...'  "

8 comentários:

  1. Obrigada pelo carinho Bru :)
    Quem disse que eu não posso ser "fofa" só pq gosto de metal e uso preto neh? hehehe
    Beijão

    ResponderExcluir
  2. Muito lindo mesmo, nossa fiquei emocionada!!! Parabéns a Bruna e a Mi!!!

    ResponderExcluir
  3. Ai que liiiiiindo!!!
    Parabéns Mi, tua bolachinha é uma delícia de tão foooofa!
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Lindo e essa história de idade é passadoo!!! Eu quero engravidar de novo daqui uns 8 ou 10 anos... vou estar com uns 30, e acho q atualmente a medicina está tão evoluída q grande parte das mulheres podem ter uma gestação normal mesmo com 40

    ResponderExcluir
  5. Que lindo, Mi!
    Adorei conhecer um pouco mais do seu conto de fadas real!
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Mi Parabéns pelo seu pequeno Grande Milagre... um filho muda toda a nossa vida e é essa felicidade que nos falta enquanto não temos filhos.... Se der dá uma passada no meu blog...vou adorar a sua visita ... estou na luta pra ter um baby... mas ainda nao chegou a hora :p http://sonhafuturamamae.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Fico muito feliz com seu comentário! :)