Buscar

Seguidores

Visitas



Um Desabafo....

Às vezes sinto que as pessoas pensam que pra mim, a maternidade é um mar de rosas e que a vida é perfeita. 
Que meus filhos são extremamente comportados, não sentem dor, não choram, não fazem manha, não dormem tarde, etc. Errado.
Ser mãe é tudo de bom. Já disse aqui em modestas palavras mais ou menos o que é ser mãe, sentir-se mãe, 
infelizmente não existem palavras que possam expressar isso, e já é até clichê ficar falando isso o tempo todo. Mas claro que existem dias que a gente cansa. Não de ser mãe, isso NUNCA, mas a gente quer um tempinho só pra gente. Nem que seja um tempinho pra ficar embaixo do chuveiro quente só deixando a água cair no corpo e pensar em nada, ou pensar em tudo, mas com calma e colocar as idéias no lugar.
Às vezes (agora, por exemplo) o tempo que tenho pras minhas idéias ficarem mais claras, é de madrugada (4h37 da manhã). Talvez algumas pessoas se perguntem o porquê de eu não estar aproveitando esse tempo pra dormir... Mas explico, eu também preciso de um tempo de silêncio absoluto e sozinha.
Isso é importante pra qualquer ser humano. Pode ser que amanhã – porque só é amanhã depois que eu acordo – eu esteja caindo de sono o dia todo, mas pelo menos coloquei minhas idéias no lugar.
Não, meus filhos não choram o dia todo e muito menos incomodam. Mas são crianças, bebês, e sentem dor sim, tem momentos de manha sim, dormem tarde muitas vezes, um acorda e o outro dorme em horários diferentes as vezes. É roupa pra lavar, pendurar, secar, louça pra lavar, comida pra fazer (nunca consigo!), casa pra arrumar, limpar, colocar em pratica alguns projetos, dar mamá², às vezes fazer mamadeiras, fazer dormir², trocar fraldas², tudo isso em dobro e muitas vezes é feito com um deles no colo ou ao som dos queridos Patati Patatá. E eu sou UMA SÓ. Não tenho empregada, não tenho babá, não tenho faxineira. Tenho uma família maravilhosa. Uma irmã que me ajuda e mora no apartamento ao lado, mas que tem 3 filhos sendo o mais novo com 1 ano e 2 meses e que também precisa de atenção, além de ter também uma casa pra cuidar... então tento me virar em 30 e fazer tudo, o que é humanamente impossível. Impossível fazer tudo isso e BEM FEITO diariamente. Alguma coisa sempre vai ficar pra trás. E podem ter certeza, é essa louça que não foi lavada, a roupa que não foi estendida, a cama que não foi arrumada, o lixo que não foi tirado que vai saltar aos olhos e motivar algum comentário desnecessário.
Ontem fui fazer o cabelo, fiquei 2h fora de casa num salão e deixei os pequenos em casa com a minha mãe e irmã, mas apesar de estar fazendo uma coisa que gosto e que iria me deixar com humor e auto estima melhores, a culpa me perseguia, a preocupação tava ali, sentada junto comigo. Não adianta, é assim. Ser mãe também é carregar na bolsa tudo isso e mais um pouco.
Engulo um brejo por dia, canso, me atraso, me irrito, conto até 10, fecho os olhos e quando os abro, vejo isso:







E “isso” me dá energia que é transformada em amor. O amor que me faz levantar todos os dias sorrindo pros meus filhos e agradecendo à Deus por ter me dado essas pessoinhas pra criar e passar valores.
Obrigada por me fazerem ser uma pessoa melhor, Pedro e Lucca.

Mamãe.

8 comentários:

  1. Oi! É verdade, eu tb as vezes quero um tempinho para mim. E tb sacrifico minhas horas de sono só para ficar no silêncio. Mas meu cabelo está um horror, e eu ainda não consegui sair de casa para arruma-los. Me sinto culpada de sair e deixa-las com outras pessoas.
    Cansa mesmo, mas agora tá tão gostoso. Elas estão cada ves mais sorridentes e eu fico bem feliz!
    Mas imagino que para ti é mesmo mais cansativo, eu pelo menos tenho alguém para me ajudar cuidar da casa. Mas no fim de semana minha casa fica uma bagunça! Não é tão simples lavar a louça qdo eu estou, as vezes, acalmando duas bebês ao mesmo tempo.
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Ontem tive uma crise de choro... aliás duas... uma com minha mãe ao telefone e outra qdo o Thyago chegou em casa às 22h depois do trabalho. Eu já me sinto assim na gravidez, talvez por estar longe dos meus amigos e da minha família... aí fico mais nervosa ainda imaginando o depois... sozinha tb. Te entendo muito, patroa. bjos

    ResponderExcluir
  3. Bruna! demais teu texto! emocionante!
    beijos
    Jo

    ResponderExcluir
  4. Bru, fiquei aqui pensando sobre as tuas palavras e imagino que nada na vida é um mar de rosas. O que prevalece são as coisas boas, e isso que importa!!!
    Te admiro muito!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Bruninha, achei lindo teu texto, a forma como descreveu teu sentimento, acho que é assim que todas nós nos sentimos, ou que iremos nos sentir em algum momento. Não é nada fácil ser mãe, ser mulher, querer ser perfeita, cuidar de tudo e de todos, mas entre lágrimas, cansaço, sorrisos e carinhos vamos nos fortalecendo e os dias vão passando!Ainda bem que temos umas às outras, que temos nossos bebes, maridos, família por perto...

    Te admiro muito amiga, e sempre que precisares estou por aqui viu!

    Beijos Gisa

    ResponderExcluir
  6. Ai flor que lindo! Tu és um exemplo pra muitas mulheres, podes ter certeza! eu sou tua fã! e teus pequenos príncipes estão cada dia mais lindos!
    Beijos! PattyGriep

    ResponderExcluir
  7. Oie bruh...tu descreveu muito bem..não é facil mesmo..eu que já tinha filhos..foi muito dificil..quase surtei..no inicio foi bem dificil..agora tá um pouco melhor..já estão maiores..mas ter que dar conta de tudo marido,outros 02 filhos, casa..é dificil sair de casa..mas qdo vejo a carinha delas e os avanços que fazem dia a dia..crescendo saudaveis..a gi principalmente..esqueço tudo..vale a pena mesmo..só nós mãe de gemeos nos entendemos..quem tá de fora acha lindo e acha que é facil..mas não é não né??hehehehe..aproveitei pra desabafar também...bjooos

    ResponderExcluir
  8. oi Bruna,é minha primeira vez por aqui e adorei o desabafo falou a nossa realidade, tambem vivo isso, as pessoas que vem de fora acham que é uma vida perfeita que eles dormem a noite inteira nao dao trabalho ,que eu fico vendo tv. Eles dao muitooo trabalho afinal sao dois. Sou sozinha para cuidar dos dois, minha sogra esta sempre disponivel e querendo ajudar mais nem sempre é bom, na maioria prefiro ficar sozinha mesmo e passar um sufoco do que ter que passar mais nervoso engolindo brejos, nao gosto de ficar ouvindo criticas e palpites, quero fazer do jeito que eu acho melhor com meus valores. Antes me incomodava com a louça que ficava na pia mais ja nem ligo mais e o marido graças a Deus compreende bem e quando esta em casa ajuda bastante.
    E sempre da tudo certo depois que respiramos fundo e contamos ate 10 rsrs...

    ops acabei desabafando tambem rsrs...
    bjokas tudo de bom pra ti e pro babys
    Di
    http://surpresasaogemeos.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Fico muito feliz com seu comentário! :)