Buscar

Seguidores

Visitas



Na Teoria.... e na Prática!

Estou há tempos pra escrever sobre isso, mas cada dia vejo uma coisa diferente pra acrescentar no post, então, com certeza esta postagem terá atualizações.

Leio muito sobre gêmeos e descobri que nem tudo na prática é exatamente como diz nos livros e que não existe melhor especialista do que nós mesmas, as mães.

Dormir no mesmo berço pode até dar certo nas primeiras semanas, mas depois de um tempo, vai ficando cada vez mais apertado (óbvio) e eles se batem, chutam, empurram, colocam a mão no olho do irmão, etc.. ou seja, isso aqui em casa não funciona, o máximo que eu faço, é deixá-los durante o dia no cercadinho, que é maior, e cabem os dois, como na foto abaixo:


O choro de um, ACORDA SIM o outro. No início não se incomodavam se o outro chorava, hoje em dia, se um está chorando e o outro dormindo, eu saio de perto do que dorme, com o que chora... pra evitar 'tumulto'.

Dar de mamar pros dois ao mesmo tempo, não é tão simples 'como no gibi'. Coordenar os dois pra fazer uma boa 'pega' do seio, deixá-los numa posição confortável e ainda conseguir ficar sem sentir dor na coluna não é NADA fácil, mas não é impossível. O tamanho deles também interfere, hoje em dia, tá mais complicado, já que eles estão com praticamente 60cm cada um.

Cada um tem um temperamento, uma forma de dormir, um jeito pra mamar, um tipo de choro e até gosto musical, por incrível que pareça.
É como se eu tivesse engravidado duas vezes de um bebê só. Todos nós, mesmo irmãos, temos diferenças, não somos clones e o mesmo serve para os gêmeos SIM. As pessoas têm o costume de achar que gêmeos agem igualmente, isso não acontece. Cada um forma uma personalidade.

Pedro não se adaptou com a pomada Trok-N indicada pelo pediatra, já o Lucca usou sem problemas.
Lucca não gosta muito das fraldas Pampers, pro Pedro não teve incomodação.
Pedro chora de um jeito que me deixa tonta de tão bravo, Lucca chora miando.
Lucca é curioso que só, o Pedro é mais risonho.

Ou seja, listei algumas diferenças pontuais entre eles, mas existem muitas outras e sei que virão muito mais! Isso é bom, mostra que cada um desenvolve a sua personalidade e eu estou deixando com que ela apareça e todos iremos saber respeitá-los como seres individuais que são.

Portanto, mamães de gêmeos, saibam que nem tudo na prática, é tão fácil como na teoria. A gente encontra a  melhor forma pra tudo, podem acreditar.

Beijos,

Bru.

2 comentários:

  1. Oi Bruninha!Amei esse teu post....quando leio teus relatos com teus bebês fico imaginando como serão os meus lindos pimpolhos e em como eu vou me sair como mãe...e confesso que sempre me dá um frio n barriga :)

    Tu falaste sobre como é difícil acomodá-los no mesmo berçinho....eu não terei escolha, pois quando eles nascerem ainda não iremos ter nos mudado para o apto maior!!Então acho que vou deixá-los dormindo no mesmo berço porém um nos pés do outro, será que dá??

    Beijos Gisa (gislaine-santos@bm.rs.go.br)

    ResponderExcluir
  2. Apoiada, assino embaixo! É exatamente isso! De fora é tudo diferente, mas só quem vive sabe!

    Bjkas, eles são uns fofos!

    ResponderExcluir

Fico muito feliz com seu comentário! :)