Buscar

Seguidores

Visitas



Quem Tem Peito, Dá Leite!

Essa é a frase da campanha do aleitamento materno e eu acho ótima!

Lucca mamando pela 1ª vez
Escutamos muitas mães falando que dar de mamar é maravilhoso e etc.. confesso que minha primeira semana foi sofrida, mas o erro foi da mamãe aqui, que não soube "encaixar" certinho os meninos. Agora, graças a Deus, está tudo encaixadinho e está sendo ótimo, apesar de beeem cansativo! Mas só de saber que sou a fonte de alimentação deles, única e exclusiva, me deixa muito feliz. Meu maior medo na gravidez, era de não ter leite e ter que dar fórmulas pros meninos, por sorte, leite é o que eu mais tenho (e como!!) então sei que posso alimentá-los bem. 
Pedro mamando pela 1ª vez

Sugiro que as mamães de primeira viagem ou até mesmo as que já tiveram filhos, leiam o texto abaixo que explica bem como dar de mamar corretamente, pra evitar rachaduras e esse ser um ato de amor, de carinho, de saúde.


Como amamentar 

Dar de mamar pode levar de meros sete minutos a até 40, então certifique-se de escolher um local bem confortável antes de começar. O ambiente é muito importante, especialmente nos primeiros dias da amamentação, quando você ainda está se adaptando e aperfeiçoando a técnica. Se você é do tipo de pessoa que se distrai fácil, procure um lugar mais tranquilo para sentar. Por outro lado, caso ache que vai ficar entediada na solidão, sente-se na frente da televisão. O ideal é ir testando diferentes locais da casa até achar um que funcione para você. 

Segure o bebê de modo que seus braços e suas costas não fiquem doloridos. Tenha travesseiros e almofadas (não precisam ser necessariamente especiais para amamentação) por perto. Encontre uma posição boa para você e para o bebê antes de iniciar. Preste atenção em como estão seus seios depois que a boquinha do bebê encaixou. 

A "pega" (diz-se "péga") correta requer que o bebê abocanhe o mamilo e uma boa parte da aréola. O ideal é que não sobre quase nada de "cor" fora da boca do bebê. Se estiver doendo, interrompa a mamada colocando o dedo mínimo entre a gengiva da criança e o mamilo, para desfazer o vácuo, e comece de novo. Uma vez que a boca do bebê esteja bem encaixada, ele se encarregará do resto. 



Possíveis problemas 

Embora as mulheres há séculos dêem de mamar para seus filhos, o início nem sempre é fácil. Nas primeiras seis semanas, à medida que a produção de leite se ajusta e o bebê aprende a mamar, você poderá apresentar: 

• Ingurgitamento: seios cheios demais ou empedrados 

• Mastite: inflamação ou infecção nas glândulas mamárias, com febre acima de 38,5 graus Celsius 

• Dor nos seios 

Desânimo 
Algumas mulheres se adaptam à amamentação com rapidez e sem enfrentar grandes dificuldades. Mas muitas mães de primeira viagem acham o processo complicado. Por isso, se você estiver se sentindo um tanto desanimada, lembre-se de que não é a única. Antes de desistir, converse com seu médico e com amigas que estão amamentando ou já amamentaram. 

O aleitamento requer prática. Tenha paciência e encare cada mamada como mais uma experiência para o seu aprendizado. Experimente novas posições, pois às vezes o bebê se dá melhor pegando o seio por outro ângulo. E lembre-se de que a maioria dos problemas relacionados à amamentação é temporária. 


O que comprar 

O ideal é ter pelo menos dois sutiãs de amamentação. Eles são projetados com suporte extra para seus seios, e vêm com uma fácil abertura para cada mama, assim você pode amamentar quando quiser. Se você puder, tenha mais que dois, porque eles terão que ser lavados com frequência (ficam com cheiro de azedo). 

Algumas mães têm maior tendência para o vazamento do leite, e basta um outro bebê chorar para que sua própria produção seja estimulada, às vezes em momentos nada apropriados! Para evitar isso, tenha um bom estoque de absorventes para seios tanto em casa como na bolsa, e leve sempre consigo uma blusa limpa. (DICA MUITO ÚTIL, ISSO ACONTECE COMIGO!)



Beijos,


Bru

6 comentários:

  1. Aiiii Bru!!!
    Que coisas mais lindas mamando!!!!!!
    Faz muito bem divulgar essa campanha tão linda sobre o aleitamento!!!
    Vejo mães jovens com bebê pequeno dando sopa e suco, quando o melhor era só o leite da mamãe!!!
    Se eu tiver filhos, com certeza farei o possível para amamentar até os 6 meses, pelo menos...
    Além de ser o melhor para o bebê, é também um dos gestos de amor mais lindos que já vi!!!

    Parabéns mamãe do ano!!!!!

    beijos em vcs....

    ResponderExcluir
  2. Ai, que gotozinho ver meus lindinhos mamando!!!
    Que bom que já está menos dolorido os teus seios.
    Me cortava o coração te ver chorar cada vez que tinha que dar de mamar por causa da dor.Mas mesmo assim não deixava de amamentar nossos anjinhos.
    Beijão!!

    ResponderExcluir
  3. Bruna, que meninos lindos! Meu deus, que verdadeiros príncipes que você tem. Os meninos são lindos demais, perfeito mesmo. Parabéns pela garra e exemplo de sempre. beijo

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pela iniciativa, Bruna! E parabéns pelos bebês lindos! És mãe guerreira com toda certeza!
    Gostaria de deixar mais uma dica importante, que pra ti vai ser até mais fácil por ser 2bbs. A cada mamada deixar o bebê esvaziar bem uma mama e não dar um pouquinho de cada, pois o leite que já está pronto ali e que deixa o seio bem cheio é um pouco mais "fino" e se fizer o seio produzir durante a amamentação ele vem mais "rico". Exemplo: um bebê mamar no seio direito e outro no esquerdo, claro alternando pois, um bebê suga diferente do outro. Se vc deixar um bebê mamar só as mamas cheias e o outro depois, um vai receber mais nutrientes que outro...
    Desculpe a ousadia da dica, sei muito bem que nessas horas todo mundo dá 'pitéco'! (risos)
    Mas, tenha certeza, ninguém cuidará de seus filhos melhor que você!
    Felicidades pra vocês!!!
    Att, Tatiana (mana da Deise)

    ResponderExcluir
  5. Primeiro, parabéns Bruna pelos meninos, sao lindos!
    Como eu trabalho com leite, vou complementar o comentario acima: na verdade nao é questao de mais "fino", mas é que dentro da glandula a distribuiçao dos componentes do leite nao é homogenea. A gordura do leite se concentra na parte mais profunda da glandula, e por isso é importante para eles mamar seja a parte inicial, rica em açucares, mas também a final, que satisfaz as necessidades de gordura deles.
    Abraço pros 3,
    Rachel

    ResponderExcluir

Fico muito feliz com seu comentário! :)