Buscar

Seguidores

Visitas



Amarelão, O Que É?

O nome da "doença" é Icterícia, mas é popularmente conhecida como "amarelão" pois um dos sintomas é a pele do bebê ficar amarelada. É comum ouvirmos alguém falar desse tal amarelão, mas pouco sabemos o que é, o que causa e as consequências dele.

Os meus pequenos tiveram, passamos esse final de semana no hospital, pra eles fazerem fototerapia, que nada mais é ficar num bercinho tomando luz, pra passar o amarelão.

O QUE É?

Icterícia é uma condição comum em recém-nascidos. Refere-se à cor amarela da pele e do branco dos olhos que é causada pelo excesso de bilirrubina no sangue. A bilirrubina é um pigmento normal, amarelo, gerado pelo metabolismo das células vermelhas do sangue.
A criança fica ictérica quando a formação de bilirrubina é maior do que a capacidade do seu fígado de metabolizá-la.
QUAIS SÃO OS SINTOMAS DA ICTERÍCIA?
A icterícia normalmente aparece ao redor do segundo ou terceiro dia de vida. Começa pela cabeça e progride para baixo. A pele de um bebê ictérico ficará amarela primeiro na face, depois no tórax, no abdômen e, finalmente, nas pernas. O branco dos olhos de uma criança também poderá ficar amarelo.
COMO SE RECONHECE QUE UMA CRIANÇA ESTÁ COM ICTERÍCIA?
Um teste simples para icterícia é apertar suavemente com a ponta do dedo a ponta do nariz ou a testa da criança. Se a pele permanece branca (este teste funciona para todas as raças) não há icterícia; se a cor for amarelada, você deve levar sua criança ao pediatra para ver se a icterícia é significativa e requer algum tipo de tratamento. Na presença de pele muito amarelada, há necessidade de exames de sangue para avaliar a intensidade, fazer um diagnóstico mais preciso do tipo de icterícia e indicar o tratamento mais adequado.
PORQUE EXISTE PREOCUPAÇÃO COM UMA CRIANÇA COM ICTERÍCIA?
O acúmulo deste pigmento acima de certos limites é extremamente tóxico para o sistema nervoso, podendo causar lesões graves e irreversíveis.Tipos de icterícia
Há vários tipos de icterícia no recém-nascido. Os mais comuns são os seguintes: 
 

Icterícia fisiológica (normal):
Ocorre em mais de 50% dos recém-nascidos. Esta icterícia é devida à característica própria do bebê que leva a um metabolismo lento da bilirrubina. Geralmente surge entre o 2o e o 4o dias de vida e desaparece entre a 1a e a 2a semana de idade.
Icterícia da prematuridade:
Ocorre com muita freqüência em bebês prematuros uma vez que eles levam muito mais tempo para conseguir excretar a bilirrubina eficazmente.
Icterícia do leite materno:
Em 1% a 2% de bebês alimentados ao peito, pode ocorrer icterícia causada por substâncias que reduzem a excreção intestinal da bilirrubina. Começa geralmente ao redor dos 4 a 7 dias de vida e pode durar de 3 a 10 semanas.

Por incompatibilidade de grupo sanguíneo (Rh ou ABO): 
A icterícia por incompatibilidade muitas vezes começa já durante o primeiro dia de vida. Incompatibilidade de Rh causa a forma mais severa de icterícia, sendo prevenida com uma injeção de imunoglobulina anti-Rh (RhoGAM) à mãe dentro das primeiras 72 horas após o parto. Isto impede a formação de anticorpos que poderiam colocar em risco os próximos bebês.

*Em tempo: Quero agradecer ao carinho de todas as pessoas que comentaram aqui no blog me dando os parabéns e desejando coisas boas! Obrigada de verdade! Ando atualizando pouquinho pq a correria é muito grande, quando os dois dormem, aproveito pra descansar também, além de comer, tomar banho e etc.. 
Estou preparando post sobre a rotina com os bebês e sobre alguns mitos que ouvimos muito, mas que na prática são muito diferentes da teoria.

Beijos,

Bru

2 comentários:

  1. Amo vcs amiga e fico feliz que os pimpolhos estão bem!!! Bjos

    ResponderExcluir
  2. È muito bom saber das doenaças o que e e deixa de ser:$

    como o amarelaô que e um adoença muito grave*.*

    ResponderExcluir

Fico muito feliz com seu comentário! :)